Domingo, Agosto 19, 2018
   
Texto

O Carvão e o Bairro Mineiro

minaO carvão foi, desde tempos remotos, explorado na região de Porto de Mós existia uma mina com bastante importância no lugar da Bezerra, freguesia de Serro Ventoso, na Serra dos Candeeiros.Na região da Batalha,também existia uma mina dum modo especial na área de influência da aldeia de Alcanadas, como relata José Batista de Matos no livro "História, Cultura e Tradições das Alcanadas".

As minas de carvão da Bezerra entraram pela primeira vez em funcionamento em 1740. No entanto. Até 1876 tiveram uma exploração muito inconstante.Entre 1885 e 1888 deu-se o período de maior expansão da actividade mineira da Bezerra.
Foi junto a esta mina que a empresa proprietária criou os seus serviços administrativos e iniciou a construção de um bairro mineiro, destinado aos trabalhadores, que nunca foi concluído.Nos edifícios centrais da empresa, próximo da mina, existia uma central eléctrica, escritórios, armazéns e alojamento para o pessoal superior.As minas ficaram reconhecidas pela população porque a empresa proprietária foi uma das maiores do distrito até aos finais da Segunda Guerra Mundial (1945). Actualmente, as explorações no local encontram-se inactivas .

O carvão explorado nas minas da nossa região, serviu para abastecer a Empresa de Cimentos de Maceira, para além de outras empresas fora da região, e a Central Termo eléctrica de Porto de Mós, que se encontra em ruínas à entrada da Vila (actualmente é projecto da Câmara transformá-la num centro cultural). A Central de Porto de Mós, obra-prima da arquitectura industrial do início do século passado, produzia energia eléctrica e abastecia as vilas de Porto de Mós e Batalha.

(O nosso agradecimento ao Srº Armindo Vieira,que nos concedeu os seus textos do Suplemento do Jornal da Batalha, ed. 195, 16 de Outubro de 2006 )Suplemento do Jornal da Batalha.ed.195, de 16-10-2006

 

Partilhe:

Deli.cio.us    Digg    reddit    Facebook    StumbleUpon    Newsvine